Foi em 2006, ao assistir na mtv “kings of rodeo” que a minha adoração pelo caleb estilo cowboy-country-rocker-caipira começou,rs. Calças justas, botas ou sapatos com bico, camisa xadrez, colete e jaqueta (ambos jeans ou couro) resumem esse estilo. Também incluo barbas por fazer, cabelos bagunçados (conhecido por “cabelo strokes”), bigodes e até cabelos nos ombros com franja atrás da orelha.

Kings of Leon não é mais uma banda alternativa, mas o estilo dos integrantes, ainda que não mais tão excêntrico como era no início da carreira, continua seguindo esse padrão interiorano dos Estados Unidos, diferenciando-os de outros rockeiros moderninhos.

Então um pouco do estilo dos queridinhos do avô Leon:

(foto bem de início de carreira)

SWU

E como todos sabem, ontem no SWU eles tocaram, e eu estava lá!!

E de Galochas,rs

Muitos sites disseram que eles foram apáticos com o caloroso público brasileiro, mas convenhamos que não é só aqui que eles têm tais atitudes. E além do que eu já vi muitas entrevistas que eles dizem que até hoje eles ficam nervosos antes dos shows e por isso bebem antes e durante. Não é à toa que o Caleb tomou 3 shots ontem nos intervalos das músicas.

Essas foram as roupas que eles usaram:

Caleb investiu na perfecto marrom por cima da jaqueta jeans; também gostei do listrado do Nathan; Matthew com o cabelo atrás da orelha (típico deles); E o Jared é bonitinho, mas sempre achei o seu estilo o mais sem graça.

Estava lendo uma entrevista que eles deram pro G1 e adorei algumas falas deles, com exceção do Caleb falando da Lily, angel da victoria’s secret que é sua atual noiva. As que eu adorei e que muitos fãs antigos também vão concordar:

“A primeira passagem pelo país, quando abriram para os Strokes no Tim Festival em 2005, o vocalista Caleb Followill afirmou que “foi uma das melhores noites que já havíamos tocado até então, a escalação estava ótima, Strokes, Arcade Fire . Aposto que esse show de sábado vai ser melhor. Todo mundo ficava gritando ‘nós amamos os Strokes!”

“Antes nós éramos um segredo especial para os fãs, agora somos muito maiores”, diz Caleb. (totally true)

Na entrevista ao IG:

Hits recentes como “Sex on Fire” – que só entrou no disco, segundo eles, por insistência da gravadora – e “Use Somebody” acabaram se tornando um peso. “Fazemos álbuns e esperamos que as pessoas gostem, mas às vezes toca demais. E por que gostam demais, ficamos com medo de que não gostem do que fizermos depois”, explicou Caleb. Além da pressão, há também a inveja e a torcida para que alguma coisa dê errado.

“As pessoas querem que cometamos erros e tiram as coisas que falamos de contexto. Mas ter nossos fãs e gente que admiramos, como Pearl Jam, U2 e Bob Dylan, dizendo que gostam da nossa música, isso é incrível. Tem gente que nos odeia, mas estamos aqui no Brasil tomando cerveja, champagne, tirando fotos e dando entrevistas. Eles que se danem.”

“Adoramos aquele show e sempre quisemos voltar. Plateia vibrante, garotas bonitas… Yeah”, disse Matt.”

É meninas, mas não se empolguem, a grande fama do kol é de que eles só ficam com modelos, portanto, temos que procurar outros “cowboys” rs.

Para os que conhecem pouco, recomendo esse clipe:

E para os fãs de longa data que ficaram tristes por não terem ido, eu trago uma boa notícia: Caleb afirmou que eles pretendem voltar ano que vem pro Brasil😀

Ps: E quanto ao SWU que ainda acontece, confesso que estou deprimida assistindo ao show do Pixies no multishow, queria estar lá! Mas a Nina foi e quando ela voltar vou pedir que faça um post para matar um pouco da minha vontade de vê-los ao vivo.