A revista Dazed & Confused, em homenagem à Alexander Mcqueen, colocou em seu site algumas das melhores matérias que teve a contribuição do estilista falecido há quase um mês atrás. Me surpreendi com cada matéria e por isso, faço questão de colocá-las aqui.

A começar pela matéria de 1996, uma conversa entre David Bowie e Mcqueen, em que Bowie se encarrega de fazer todos os tipos de perguntas sem rodeios. Na época, Alexander estava prestes a assumir o cargo de John Galliano na Givenchy e quando David Bowie pergunta se ele estava ansioso em relação a isso a resposta é franca, ele diz que sim e que não, e que a sensação era de estar na responsabilidade de salvar um navio afundado.

Separei algumas das frases mais marcantes dessa conversa :

“I see everything in a world of art in one way or another”

“one side of me is kind of really sombre and the other side of my brain is very erratic and it’s always this fight, one against the other and I chose so many different things”

“But influences are really from my own imagination and not many come from direct sources”
” I don’t put such an importance on clothes, anyway. I mean at the end of the day they are, after all, just clothes and I can’t cure the world of illness with clothes. I just try to make the person who’s wearing them feel more confident in themselves because I am so unconfident. I’m really insecure in a lot of ways and I suppose my confidence comes out in the clothes I design. I’m very insecure as a person. “

A entrevista é longa, mas além de ser interessante é também engraçada. Para os interessados aqui está a entrevista completa.

A próxima matéria é de 1998, um editorial inteiro feito com deficientes físicos. O conceito é todo de Mcqueen e aparece como uma forma de quebrar aquela enorme barreira de que a moda é restrita aos magros e perfeitos.

Abril,2001
THE CHARGE?
Crimes against conformity.
THE EVIDENCE?
Where to start? His shows have incorporated fire, acrobats, disabled models, moths…
FAVOURITE REBEL LYRIC/SLOGAN/QUOTE?
“God Save McQueen – Sid Vicious.”

Outubro,2009 “Make me a monster”
Outras  matérias você encontra na página virtual da revista http://www.dazeddigital.com